sexta-feira, 30 de setembro de 2011


Levanta dessa cama garota. Anda! Sei que tá doendo, mas levanta. Coloca uma roupa. Passa a maquiagem. Arruma esse cabelo. Ajeita a armadura. Segura o coração. Sai por aquela porta. Enfrenta o vento. Sorri pro sol. Segura o coração. Olha pra ele. Passa reto. Não caia. Não caia. Engole o choro. Finge de morta quando ele falar com você. Seja fria. Continue andando. Enfrente seus problemas de cara. Reaja. Vai. Tá pensando que é só você que sofre? Tá enganada. Anda menina. Para de ser infantil. A culpa não é de ninguém…Se apaixonou agora segura. Anda. Seja forte. Seja feliz. Seja uma mulher.
Caio Fernando Abreu


Eu te odeio, mas eu te amo. É como se eu quisesse te atirar de um penhasco e depois sair

 correndo para te salvar. 

sábado, 24 de setembro de 2011

Chega de idas e vindas, quando alguma coisa de bom vai permanecer?



sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Tantos sorrisos por ai, e eu querendo só o seu.


E se o sol não aparecer, tenha calma. Tudo é uma questão de espera.


Não ligo que me julguem, mas primeiro me conheça.




http://18-dejaneiro.tumblr.com/

  • Homem: Eu posso fazer xixi em pé.
  • Mulher: Eu posso ficar excitada sem que ninguém perceba.
  • Homem: Eu não menstruo todo mês.
  • Mulher: Eu não tenho de fazer a barba todos os dias.
  • Homem: Eu não preciso ficar nove meses esperando uma criança.
  • Mulher: Eu não preciso fazer o exame de toque.
  • Homem: Ninguém me encoxa no ônibus.
  • Mulher: Eu tenho a preferência, onde quer que eu vá.
  • Homem: Eu posso fazer muito sexo, sem sofrer preconceitos por isso.
  • Mulher: Eu posso fazer sexo até o fim da vida, sem perder a potência.
  • Homem: Eu posso me desapegar das pessoas rapidamente.
  • Mulher: Eu também posso.
  • Homem: Então porque não se desapegou de mim?
  • Mulher: Eu lhe pergunto a mesma coisa.
  •  (silêncio).

Diz que é drama, mas você não sabe nem metade da história. 



Foda-se distância, eu quero só você. 



Você ainda não desistiu? Então é amor. 


domingo, 11 de setembro de 2011

"1 universo, 8 planetas, 204 países, 809 ilhas, 7 mares, 6 bilhões de pessoas e eu te conheci.”

“Você sabe qual é o meu problema?
Eu te amo.
Eu amo o seu nome.
Eu amo o jeito que você me olha.
Eu amo o seu sorriso lindo.
Eu amo a maneira que eu possa estar tendo o pior dia da minha vida e vendo que você muda completamente o meu humor.
Esse é meu problema..”
E se eu perdesse a memória, você me conquistaria todas as manhãs?




Poucas pessoas sabem, mas a palavra “amor” é derivada da palavra “morte”. Quando você diz a uma pessoa “eu te amo”, é como se estivesse dizendo “eu morreria por você”






Meu cabelo não é o mais perfeito. Meu corpo não é o mais lindo. Meu sorriso não é certinho… Mas eu sou legal, sei fazer miojo e brigadeiro.









Vai, me diz porque eu amo tanto você?!


E nós nunca vamos nos beijar na chuva. Eu também nunca vou calar sua boca com um beijo e nenhuma das nossas brigas vão acabar na cama. Eu nunca vou te observar enquanto você dorme e nunca vou fazer cafuné em você quando você estiver com a cabeça deitada no meu peito. Não vamos passar tardes assistindo filmes românticos debaixo das cobertas e comendo brigadeiro. Também não vamos passar madrugadas acordados conversando. Nossos planos não vão se concretizar. Eu não vou ficar com vergonha conhecendo sua família.Não vamos contar aos nossos filhos a longa e estranha história sobre como nos conhecemos. As pessoas não vão olhar pra nós e falarem sobre como nós somos bonitinhos juntos. Não vamos discutir sobre quem vai levantar pra apagar a luz do quarto. Não vamos ter um futuro.Tudo isso poderia ter acontecido, mas não vai. Porque nós dois fomos feitos pra nos conhecermos, nos apaixonarmos, mas não pra ficarmos juntos.